Coleção: Terras de Alter

Sobre o Produtor

Em Alter do Chão, o enólogo australiano Peter Bright selecionou as melhores castas portuguesas para criar um novo mundo de vinhos alentejanos. Há pouco mais de uma década, a Sociedade Agrícola das Antas e a Sociedade Agrícola do Monte Barrão, símbolos do Alto Alentejo, juntaram-se ao enólogo Peter Bright para fundar a marca Terras d'Alter. Peter bright tinha sido membro do primeiro grupo de “flying winemakers” australianos que conquistaram a Europa com projetos de alta qualidade. Já tinha produzido vinho noutras regiões do mundo como a América do Sul mas foi em Portugal que sentiu o verdadeiro apelo inspirador. Ali, nos arredores de Portalegre, vive o espírito da Serra de S. Mamede. O clima é muito quente ou muito frio, e as vinhas crescem em altitudes notáveis ​​para uma região tradicionalmente definida como planície. A região é conhecida pelos seus delicados vinhos brancos, com aromas de frutas tropicais e minerais; e pelo seu encorpado com taninos macios e aroma a frutos vermelhos maduros vinhos tintos. As castas dominantes – Roupeiro, Arinto, Trincadeira, Aragonez e Alicante Bouschet – são enriquecidas com várias outras – Viognier, Verdelho, Touriga Nacional, Alfrocheiro, Petit Verdot e Tinta Caiada – que se enquadram elegantemente nas peculiaridades locais. A mão humana e o talento fazem o resto. E com que perfeição fazem o trabalho: Terras d'Alter beneficia de um centro de vinificação bem equipado, capaz de garantir um controlo de temperatura impecável durante todo o ano. O manejo das uvas em pequenas parcelas garante um portfólio de destaque que atrai o entusiasmo da crítica e a veneração dos consumidores. Destacam-se os seus vinhos Premium, elaborados com as melhores uvas colhidas manualmente em vinhas selecionadas: “Telhas” e “Outeiro” foram premiados no International Wine Challenge, no Concours Mondial de Bruxelles, no Mundus Vini; e obtiveram 90 pontos ou mais nas páginas do Wine Spectator e do Wine Enthusiast. Estes vinhos são criações de elite que exibem toda a influência do terroir e embelezam os restaurantes Michelin em Portugal e na Grã-Bretanha e também os Lufthansa Senator Lounges. Muito perto deles no que diz respeito à qualidade, temos o “Terra de Alter Reserva”, branco e tinto, feito para realçar a verdadeira natureza dos vinhos do Alto Alentejo. As suas uvas de alta qualidade beneficiam do processo de envelhecimento em barricas e foram galardoadas com inúmeros prémios internacionais. O portfólio se completa com uma seleção de oito varietais e três safras. Os primeiros são um convite à descoberta das características invulgares que caracterizam as castas da região. Estes últimos permitem um consumo de corrente de qualidade a um preço muito bom. O profundo conhecimento das castas, a seleção das melhores uvas e o respeito pelo terroir caracterizam todos os vinhos Terras d'Alter. E hoje Peter Bright observa com orgulho o triunfo da marca que representa seu país eleito.

4 produtos