Coleção: Quinta da Mariposa

Sobre o Produtor

Depois de contribuir para a criação de alguns dos melhores vinhos da região do Dão, a enóloga Lúcia Freitas regressou à Herdade da família para elaborar projetos que harmonizam o respeito pelas tradições com o sonho de aprofundar o caráter extraordinário dos vinhos e da região que conhece tão bem. Na Beira Alta, protegida dos elementos por quatro montanhas diferentes, ergue-se uma das regiões vitivinícolas portuguesas mais estimulantes. É nessa mesma região que desde a Idade Média são produzidos vinhos brancos muito aromáticos e equilibrados e tintos encorpados e complexos que envelhecem lentamente em garrafa. Duas das grandes castas autóctones conquistaram os amantes do vinho: a Touriga Nacional, que é hoje um símbolo de Portugal e o Encruzado que produz vinhos brancos de cor citrina, delicados, de grande complexidade aromática e notavelmente equilibrados. Este é o local onde a enóloga Lúcia Freitas, depois de passar uma década a estabelecer um riquíssimo portefólio para os produtores da região, se aventurou na exploração da Quinta da Mariposa, propriedade do seu avô, concretizando o sonho de criar os seus próprios vinhos. . Hoje em dia a herdade parece um jardim, em harmonia cénica com a deslumbrante paisagem da Serra da Estrela. Com a ajuda do marido, Filipe Cruz, Lúcia colhe naqueles solos xistosos com afloramentos graníticos, as castas tradicionais da vinha do Dão. As vinhas crescem em sistema de proteção integrado, minimizando os riscos ambientais e deixando os ecossistemas agrícolas e florestais intactos. No que diz respeito aos vinhos, seguem-se as regras da origem e do terroir: respeito pelas uvas, mínima intervenção humana, seguir a Natureza para melhor concretizar a identidade de cada um. Esta estratégia deu origem a uma pequena mas fascinante amostra do melhor que a região do Dão produz. Os primeiros são os homónimos Mariposa DOC DÃO, vinhos brancos e tintos que homenageiam os traços originais dos vinhos da região. O tinto é intenso, complexo e encorpado; o branco é frutado, fresco e delicado – ambos representam as antigas virtudes do terroir. Acima deles destacam-se dois outros vinhos que contribuem para o renovado prestígio da região do Dão. O Bebes.comes de Lúcia Freitas resulta de um convite feito ao enólogo e de uma parceria com a Magnum Vinhos em 2014. Este blend de Encruzado e Cerceal que produziu 1000 garrafas apresenta uma cor amarela citrina e flor de laranjeira, toranja, frutos brancos de pomar aroma. É mineral, com boa acidez cítrica e textura na boca e final de boca longo e persistente. O Sombrio, o branco premium da adega, é feito a partir de uvas colhidas à noite e o processo de vinificação é realizado na ausência de luz. A oxidação é evitada com cuidado. Combina as castas Encruzado, Bical e Cerceal em proporções idênticas e provém das vinhas velhas do magnífico terroir. No seu projecto, altamente promovido pelo percurso profissional do proprietário, a Quinta da Mariposa surpreendeu os enófilos com vinhos cheios de carácter que enobrecem e renovam as melhores tradições da região do Dão. Para Lúcia Freitas e Filipe Cruz nada mais seria digno da terra que amam e dos vinhos pelos quais se apaixonaram.

6 produtos